QES – Queen Elizabeth's School

Fundação Denise Lester - Queen Elizabeth's School

"Look up, you always find a star in your life" - Margaret Denise Eileen Lester, O.B.E.

Historial

Os primeiros alunosA Queen Elizabeth’s School (Q.E.S.) iniciou as suas atividades em 3 de novembro de 1935 com 6 alunos, numa sala e jardim emprestados na casa de Sofia e Fortunato Abecassis (já falecidos), e com o encorajamento do então Ministro dos Negócios Estrangeiros, o Prof. Armindo Monteiro.

Em 1936, foi oficialmente reconhecida pelo Ministério de Educação Nacional, tendo mudado para outras instalações situadas na Travessa do Moinho de Vento em 1938, e em 1940, para a Rua da Quintinha.

Em 1952 a Q.E.S. transferiu-se para o atual edifício na Rua Filipe de Magalhães, sua propriedade, oficialmente inaugurado pelo então Ministro da Educação, Prof. Pires de Lima e pelo Embaixador Britânico em Portugal, Sir Nigel Ronald, o qual para o ato inaugural foi portador de uma mensagem de sua Majestade a Rainha Isabel II.A Fundadora da Q.E.S., Miss Denise Lester, mulher notável, foi condecorada em 1944 pela Cruz Vermelha, em 1947 pelo Rei Jorge VI como Membro do Império Britânico, em 1970 pelo Presidente da República Portuguesa Sr. Almirante Américo Tomaz com o grau de Oficial da Ordem da Instrução Pública, em 1972 pela Rainha Isabel II com o grau de Oficial do Império Britânico e em 1975 foi nomeada membro honorário da Legião Real Inglesa. Na altura da 2ª Guerra Mundial, esta Escola teve matriculadas crianças originárias de 27 países, tendo também servido de base ao “Women’s Voluntary Service” (Serviço Voluntário Feminino) como um centro de apoio aos refugiados.sports day 1942

Ainda em vida, Miss Denise Lester criou a Fundação Denise Lester, para dar continuidade à sua obra, a qual é hoje proprietária da Q.E.S. e tem como ideal o estreitamento da amizade e cultura entre Portugal e o Reino Unido (duas nações que têm em comum a vocação marítima dos seus povos).inauguração escola 2

Tudo o que a Q.E.S. tem conseguido até hoje, deve-se, não só ao espírito de perseverança da sua Fundadora e seus continuadores, como também às colaborações das Autoridades Portuguesas e Britânicas, dos seus Corpos Docente e Não Docente e também, muito em especial, à boa vontade e confiança dos Pais que entregam os seus filhos ao cuidado deste Colégio.

Comentários estão fechados